Fatores que facilitam a criminalidade nos condomínios

Sabemos que a violência é um problema muito comum no Brasil, especialmente nos grandes centros urbanos. Boa parte das pessoas tem medo dessa realidade, especialmente quando possuem família e filhos pequenos. Dentro desse contexto, é importante conhecer os fatores que facilitam a criminalidade nos condomínios.

A prevenção certamente ainda é a melhor estratégia contra meliantes, mas o fato é que nem sempre tomamos as atitudes mais adequadas. Confira o conteúdo a seguir e veja o que você, seu síndico e seus vizinhos jamais devem fazer para que seu local de moradia fique a salvo de problemas:

 

1. Seleção inadequada da equipe

A seleção inadequada da equipe de funcionários domésticos é um dos grandes erros que facilitam a criminalidade nos condomínios, pois esses profissionais terão uma importância enorme não apenas sobre quem entra e sai na área interna, como também das informações sobre as rotinas, os bens e os hábitos dos moradores.

É essencial fazer uma boa pesquisa da vida pregressa dos candidatos e uma verificação muito criteriosa das fontes de referência. Isso vala também para os prestadores de serviços terceirizados. Já o pessoal de zeladoria, sobretudo aqueles que desempenham funções na portaria do condomínio, merecem uma atenção especial.

 

2. Funcionários sem orientações adequadas

Fazer uma seleção estratégica e criteriosa da equipe de funcionários é muito importante, mas é apenas o primeiro passo para garantir que esses colaboradores contribuam para que o condomínio se mantenha em segurança. A etapa seguinte consiste em oferecer orientações adequadas e, se necessário, treinamento.

É indispensável que você converse com o pessoal, especialmente porteiros, garagistas ou outros indivíduos que tenham participação no controle de acesso de visitantes e entregadores. Caso o condomínio opte por investir em equipamentos de segurança, por exemplo, pode ser interessante oferecer algum curso para que eles saibam lidar com a tecnologia.

 

3. Inexistência de normas de segurança

Contar com normas de claras de segurança é fundamental para que o condomínio se mantenha seguro e bem monitorado. Essas regras devem ser decididas em uma ou mais assembleias de condôminos e contar posteriormente com uma ampla difusão para todos os moradores.

Todos precisam contribuir para evitar problemas e os habitantes também devem ficar atentos na hora de liberar a entrada de entregadores, prestadores de serviço ou visitas. Outra dica é que todos fiquem atentos a qualquer movimentação suspeita e observem se os funcionários estão seguindo as normas estabelecidas corretamente.

 

4. Pouco investimento em tecnologia

Não investir em tecnologia é outro dos fatores que facilitam a criminalidade nos condomínios, pois os aparatos mais modernos podem contribuir bastante para afastar problemas e meliantes da área interna do edifício. Além de iluminação adequada, especialmente nas entradas do imóvel, câmeras de monitoramento podem ser uma ótima ideia.

Elas devem ser colocadas em pontos estratégicos, que permitam uma ampla visão do local. Os interfones também são de grande valia para que, em caso de emergências, os moradores comuniquem rapidamente a presença de suspeitos ou de indivíduos indesejáveis para os colaboradores.

 

Fonte: Condlink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *