Monitoramento: a importância do tempo de resposta do alarme

Independentemente da tecnologia adotada nos sensores, um dos requisitos que faz diferença na prevenção de furtos e roubos é o tempo de resposta do alarme.

 

Isso é fundamental para inibir crimes, já que o disparo da sirene informa a central de monitoramento, além de assustar o infrator.

 

No entanto, além de uma boa calibragem do equipamento, é preciso contar com alguns cuidados que fazem a diferença nesta hora.

 

Para não ter surpresas negativas, leia atentamente este post e mantenha a segurança do seu condomínio ou casa sempre em primeiro lugar!

 

Veja a importância de manter a programação em dia

Atualmente, existem diferentes tipos de sensores oferecidos pelas centrais de alarme, como magnéticos, de movimentos, infravermelho ativo ou quebra de vidro.

 

Apesar da tecnologia avançada e de toda a segurança operacional, é preciso manter a programação dos equipamentos em dia para que todos os recursos possam ser aproveitados.

 

Por isso, busque empresas idôneas e que dominem a atividade, já que falhas no sistema podem representar um prejuízo incalculável. Um bom exemplo é instalar softwares especializados, com recursos de acordo com as suas necessidades.

 

Com a programação sempre em dia, dificilmente um bandido passará impune ao tentar invadir determinado condomínio, já que os canais de comunicação estarão sintonizados, passando informações e imagens em tempo real, o que vai interferir no tempo de resposta do alarme.

 

Ou seja, a qualidade nos processos está nitidamente ligada à rapidez no acionamento e chegada da equipe de segurança patrimonial, evitando a concretização de roubos e furtos.

 

Saiba como o sistema funciona

Com uma gestão automatizada, os sistemas de segurança podem identificar situações de risco por diferentes tipos de variáveis, como monitoramento por meio de câmeras, sensores ou botões de pânico móvel (quando algum morador se sente ameaçado).

 

Após o alarme ser acionado, a central de informações recebe a notificação em tempo real, observando a situação e os procedimentos que devem ser adotados para resolver o caso.

 

Se for necessário o envio da equipe de segurança armada, em momentos de urgência, o tempo de resposta do alarme contribui com o sucesso da operação, já que o software envia automaticamente o alerta.

 

Dessa maneira, a comunicação entre a central e o sistema garante uma vigilância de 24 horas por dia, evitando vários tipos de sinistros.

 

Descubra como deve ser feita a calibragem  

Para que os ajustes aconteçam somente em situações de reais necessidades, um ponto primordial é a correta calibragem dos sensores.

 

Isso porque a sensibilidade deve ser maior em locais mais visados, como no estacionamento ou elevador, contando com uma precisão para diferenciar um vento de uma movimentação estranha de alguém, por exemplo.

 

A escolha de uma boa bateria também faz a diferença para manter a comunicação sempre funcionando adequadamente entre o sistema e a central de alarme.

 

Com equipamentos de qualidade e sempre com uma correta manutenção, é possível contar com um nível de excelência na segurança patrimonial, trazendo mais tranquilidade na sua casa ou empresa.

 

Fonte: Condlink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *